ZOM Reserva Tinto 2015

Este vinho, mas na colheita de 2011 e provado em 2021, foi dos momentos mais bonitos que tive nestes anos que ando a conhecer os vinhos portugueses.

Creio que esse 2011 tinha um PVP à volta dos 8€ e acreditem quando vos digo que esse tinto metia no bolso vinhos muito, mas muito mais caros, do Douro e não só.

Este 2015 e o 2017 já tiveram o ajuste dos preços dos últimos anos, creio que agora estes vinhos se situam entre os 9€ e os 10€.

Este 2015 não me parece ir ao patamar do 2011, o que é perfeitamente compreensível porque esse tipo de provas como a do 2011 são circunstanciais.

Ainda assim deu um boa prova e deu-me o suficiente para me fazer ir procurar as colheitas mais recentes destes tintos Barão de Vilar… E também tenho de dar uma vista de olhos aos Portos deles.

Passou no teste das horas. Algumas horas depois de aberto e ele estava como se nada fosse.

Conjunto aromático com maioria de tons florais e vegetais, a presença de fruta neste vinho é um pouco escassa, fundo com balsâmico já perto do limite, mas ainda tolerável e algo que o ar também ajudou a acertar, tons terrosos e de madeira molhada.

O corpo é cheio, neste aspecto lembra o 2011, seco, áspero, perfil de pendor leve, é um conjunto sem peso e sem opulência em boca, com tudo muito certo, muito ligado, harmonia inegável, boa vida, bem expressivo, atitude q.b.

Acidez boa, taninos melhores, o ar foi deixando essa expressividade tânica cada vez melhor e o vinho aguentou-a sem problema, final longo q.b.


Saúde,
Dr. Ribeiro

Prova

  • 7.5/10
    Aroma - 7.5/10
  • 7.8/10
    Corpo - 7.75/10
  • 8/10
    Acidez, Taninos, Final - 8/10
  • 7.8/10
    Análise Geral - 7.75/10
7.8/10

Suporte para avaliação

10 – Magnífico
9 – Excelente
8 – Muito Bom
7 – Acima da Média
6 – Bom
5 – Razoável
4 – Aceitável
3 – Básico

Sending
User Review
0/10 (0 votes)

Posts Relacionados