Castello D’Alba, Vinhas Velhas, Grande Reserva Tinto 2011

Tinta Amarela, Tinta Barroca, Tinta Francisca, Tinta Roriz, Touriga Nacional, Touriga Franca, Souzão.

Malta, lembro-me de algumas colheitas “mais antigas” deste vinho e essas deram-me sempre grandes provas, mas a verdade é que perdi o rasto às colheitas mais recentes.

Este 2011 acabou de me dar uma prova soberba. Custou-me cerca de 11€ na altura. Incrível.

Se algum de vocês me poder dizer como estão as colheitas mais recentes deste vinho, por favor.

Aroma a mostrar ainda alguma frescura e profundidade, conjunto rico e muito completo, tons florais, tons vegetais, azeitona, tons de fruta preta madura, amora, fundo com tons fumados e uma parte a lembrar chá preto, sem dano do tempo, álcool um pouco acima do “perfeito”, mas não estraga muito.

Corpo com atitude excepcional, grande atitude passados estes anos todos e onde tantos outros já caíram, facto que merece realce claro. Corpo a confirmar que este vinho mereceu esta guarda, quem gosta de vinho merece isto também. Fruta preta na boca, conjunto todo áspero, seco, sem pesos ou opulências, mostra pendor leve mas com exímia capacidade de chegar a todo o lado, e chega com exigência, faz o que os grandes fazem, toma conta de todas as terminações nervosas da boca e com grande atitude, exige, prende.

Acidez muito boa, taninos excepcionalmente exigentes mas dão muito boa continuidade à performance em boca, não ficam deslocados, final longo.

Incrivelmente, ou não, está aqui muito vinho ainda. Incrível. 11€ e qualquer coisa para um tinto de 2011… E o que ele ainda podia dar. Mas não tenho mais.


Saúde,
Dr. Ribeiro

Prova

  • 9/10
    Aroma - 9/10
  • 9/10
    Corpo - 9/10
  • 9/10
    Acidez, Taninos, Final - 9/10
  • 9/10
    Análise Geral - 9/10
9/10

Suporte para avaliação

10 – Magnífico
9 – Excelente
8 – Muito Bom
7 – Acima da Média
6 – Bom
5 – Razoável
4 – Aceitável
3 – Básico

Sending
User Review
0/10 (0 votes)

Posts Relacionados