Cortes de Cima, Petit Verdot 2011

Ilustres,

Um dos tintos de “guerra” da Cortes de Cima: Petit Verdot 2011.

Qualquer que seja a colheita que escolham, este é um vinho que devemos ter na nossa garrafeira, mas guardado, à espera do momento certo, sem medo, ele aguenta.

É um vinho de força, com espessura, com robustez, com atributos chave para suportar guarda. Esta colheita de 2011 chega agora a 2018 completamente polida, “sem esquinas”, sem nervosismos. A sua performance é firme, ponderada, sem exageros e bastante competente.

Aroma com fruta preta passa, ameixa seca, figos secos, ligeiro vegetal e tons fumados, tudo profundo, tudo com algum peso. Corpo macio, polido, largo, porte médio/alto, energia moderada, mais possante que mexido, mais faustoso que irrequieto, mais ponderado que atrevido. Acidez não muito exuberante, mostra-se em níveis médios, taninos com boa presença, macios, final longo.


Castas: 100% Petit Verdot

Ficha Técnica 2011: https://cortesdecima.com/uploads/docs/2011-PETIT_VERDOT-Nota_de_Vindima.pdf

Estágio: 13 meses em barricas de carvalho francês

Vinhos Cortes de Cima: cortesdecima.com/pt/os-vinhos/


Saúde,
Dr. Ribeiro

Prova

  • 8.5/10
    Aroma - 8.5/10
  • 8.3/10
    Corpo - 8.25/10
  • 8/10
    Acidez, Taninos, Final - 8/10
  • 8.3/10
    Análise Geral - 8.25/10
8.3/10

Suporte para avaliação

10 – Magnífico
9 – Excelente
8 – Muito Bom
7 – Acima da Média
6 – Bom
5 – Razoável
4 – Aceitável
3 – Básico

Sending
User Review
0/10 (0 votes)

Posts Relacionados