Marquês de Marialva, Grande Reserva Tinto 2008

Ilustres,

Penúltimo dos quinze tintos dedicados à Bairrada de 2008.

Post rápido sobre um vinho que eu idealizava num patamar acima daquilo que mostrou: Marquês de Marialva, Grande Reserva Tinto 2008.

Evolução vincada no aroma e corpo ainda a conseguir mostrar alguma energia. É aqui, no corpo, que este tinto se mostra mais cativante.

Tem ainda assim uma performance que vai mostrando ligação “no limbo”.

Aroma com intensidade moderada, profundo e rico q.b. no espectro aromático, compota de fruta preta, fruta preta passa, nuances florais suaves, fundo com tosta e tons poeirentos. Corpo bem amplo, porte médio, fluido de textura, bastante mexido, vivo, por entre a fluidez e a estrutura não muito cheia, é a energia deste vinho que mais se destaca. Acidez muito boa, taninos com boa presença e final com persistência média.


Ficha Técnica: indisponível

Vinhos Adega Cooperativa de Cantanhede: http://www.cantanhede.com/index.php?lang=pt


Saúde,
Dr. Ribeiro

Categorias: Pólvoras, Vinho Tinto

Prova

  • 7.3/10
    Aroma - 7.25/10
  • 7.3/10
    Corpo - 7.25/10
  • 7.5/10
    Acidez, Taninos, Final - 7.5/10
  • 7.3/10
    Análise Geral - 7.25/10
7.3/10

Suporte para avaliação

10 – Magnífico
9 – Excelente
8 – Muito Bom
7 – Bom
6 – Acima da Média
5 – Razoável
4 – Aceitável
3 – Básico

Sending
User Review
0/10 (0 votes)

Posts Relacionados